Instalar e Configurar o Windows PowerShell Desired State Configuration (DSC)

By | 11 de fevereiro de 2015
Print Friendly, PDF & Email
O DSC (Desired State Configuration) é uma extensão do PowerShell que foi lançada com o Windows Server 2012 R2 e o Windows 8.1.

O DSC tem como principal função a automação através do Windows PowerShell 4.0

Ele ajuda os administradores a reduzir as tarefas repetitivas através da definição de configurações predefinidas usando cmdlets do PowerShell 4.0

Você define um padrão de configuração que será salvo em um arquivo MOF (Managed Object File) e esse padrão será usado como base para comparar ou fazer novas instalações.

Podemos usar o DSC em vários cenários como:

  • Validar configurações aplicadas em um sistema.
  • Instalar ou remover Roles ou Features
  • Gerenciar usuários ou grupos baseados em uma configuração
  • E muito mais…

O DSC deve ser instalado com Feature

Depende do :

  • .NET FrameWork 4.5
  • Windows Communication Foundation (WCF) Services
  • WebServer IIS

Os Clientes devem executar ao menos o Windows 7 ou Windows Server 2008 R2 com Windows management FrameWork 4.0

A Instalação do DSC

Através do Server Manager em Add Roles and Features selecione Windows PowerShell Desired State Configuration
image

E clique em “Add Features” para a instalação dos requerimentos (.NET, Odata, WebServer…)

image

Basicamente o DSC funciona em dois modos PUSH e PULL

No Servidor configurado como Pull ele funciona como um repositório central das configurações padrões que você definir.

Em grandes implementações usamos o Pull pois os clientes podem “puxar” as configurações.

O segundo método é o método Push usado em implementações menores, um servidor central pode ser configurado para empurrar configurações DSC para os clientes.

As configurações são criadas automaticamente após a execução do script de configuração e possuem a extensão .MOF e ficarão armazenadas no direotório de execução,

Trabalhando com DSC

DSC funciona através de definições de configurações em scripts do PowerShell.

Esses scripts são organizados em blocos. basicamente temos 3 Blocos.

Blocos de configuração.

image

Blocos de identificação

Dentro dos blocos de configuração deve existir um bloco de identificação de um determinado nó. Esse nó é um computador na rede.

E as configurações serão aplicadas ou verificadas diretamente para os nós identificados..

image

Blocos de recursos

Dentro dos blocos identificadores de nó, podemos utilizar os blocos de recursos.
Blocos de recursos são utilizados para configurar recursos específicos. Estes podem ser configurado manualmente, ou você pode usar
vários recursos internos

O DSC vem com um conjunto de Recursos que podem ser usados na criação do padrão de configuração.

Provider

Descrição

DSC Archive Resource

Descompacta arquivos compactados em uma pasta ou caminho no nó de destino.

DSC Environment Resource

Gerencia variáveis de Sistema no nó de destino.

DSC File Resource

Gerencia arquivos ou diretórios no nó de destino.

DSC Group Resource

Gerencia grupos locais no nó de destino.

DSC Log Resource

Configuração de mensagens de LOG.

DSC Package Resource

Instala e gerencia pacotes, tais como pacotes do Windows Installer e Setup.exe, no nó de destinos.

DSC WindowsProcess Resource

Configura processos do Windows em nós de destino.

DSC Registry Resource

Gerencia chaves do Registro e valores sobre os nós de destino.

DSC WindowsFeature Resource

Adiciona ou remove características e funções do Windows em nós de destino.

DSC Script Resource

Executa blocos de script do Windows PowerShell em nós de destino.

DSC Service Resource

Gerencia serviços em nós de destino.

DSC User Resource

Gerencia contas de usuários locais sobre nós de destino.

Um exemplo de uso de recurso

image

Depois de executar o script e em seguida chamar a função definida no script será criado um arquivo .MOF no mesmo diretório da execução.

image

Aplicando a definição com o DSC

Você pode aplicar a configuração usando o comando

1
Start-DscConfiguration –Path .\nomedobloco –Wait –Verbose

-Path pode ser tanto local com um caminho UNC.

image

Conclusão. Podemos usar o recurso do DSC para garantir uniformidade nas configurações de nossos ambientes. Facilitar as tarefas de uso repetitivos.

  • Artigo migrado – 1665 acessos até a data 11/02/2016