SCCM 2012 R2 – Distribuição de Softwares

By | 15 de outubro de 2017
Print Friendly, PDF & Email

O System Center 2012 R2 nos fornece muitos recursos para o completo gerenciamento e distribuição de softwares.

Entre os vários componentes que fazem parte do conjunto de distribuição de software quero destacar inicialmente dois.

O Software Center e o Catalogo de aplicativos.

O Software Center e o Catalogo de aplicativos beneficiam tanto os administradores quanto os usuários finais. Fornecendo uma visão consolidada do estado de software usando o Software Center ou permitindo que os usuários possam instalar ou solicitar aplicativos usando o catalogo de aplicações baseado em WEB.

Essa flexibilidade e entrega de soluções self-service reduz o tempo de suporte a instalação de softwares assim fornece um método centralizado de gerenciamento.

O Catálogo de aplicativos é porta de entrada do usuário para os aplicativos disponíveis que podem ser instaladas e o Software Center ajuda o usuário a acompanhar o status dos softwares disponível e necessários, além do mais ele permite aos usuários configurar várias opções, tais como o horário comercial para impedir que seu computador seja reiniciado durante seu horário de trabalho, ou configurações de gerenciamento de energia, entre outras.

 

Software Center

O Software Center é instalado automaticamente em computadores cliente ao instalar o agente do Configuration Manager.

Ele fica disponível no menu iniciar / All Programs / Microsoft System Center 2012 R2 / Configuration Manager / Software Center.

No Software Center os usuários podem Softwares Disponíveis

  • Status de instalações
  • Softwares Instalados
  • E opções de gerenciamento do PC se estiver habilitado pelo administrador:
    • Horário de trabalho
    • Gerenciamento de energia
    • Manutenção do computador
    • Controle remoto

Catálogo de aplicativos

Você deve instalar e configurar o catálogo de aplicativos independentemente da implantação do cliente do SCCM. O catalogo de aplicativos é baseado em WEB e sua instalação (Roles) deve ser feitas no mesmo site.

No Configuration Manager acesse \Administration\Overview\Site Configuration\Sites

Selecione a opção para adicionar roles ao seu servidor primário do System Center 2012 R2.

 

Selecione o servidor Site System usando o botão browse e clique em Next.

Se em seu ambiente for necessário a configuração de um servidor Proxy para acesso a Internet, marque a opção “Use a proxy server when synchronizing information from the Internet” e clique em Next.

Selecione as Roles:

  • Application Catalog web service point: Provê informações sobre os softwares disponíveis a partir da biblioteca de softwares para o Application Catalog Website.
  • Application Catalog website point: Apresenta a lista de softwares disponíveis para os usuários.

E em seguida clique em Next.

Deixe as opções de nomes do Website. Selecione se o protocolo HTTP e clique em Next.

Selecione a opção HTTP – Porta 80 e clique em Next.

Você pode configurar o nome da organização e a cor do tema do website.

Clique em Next e finalize a Instalação.

 

Dica – Se usar as conexões HTTPS, certifique-se de primeiro implantar o certificado do servidor Web nos servidores do sistema de site.

Consulte https://technet.microsoft.com/pt-br/hh489603.aspx

Através do Software Center você encontra o link para o Catalogo de aplicações no canto superior direito ou basta digitar a URL:

http://servidorSCCM/CMApplicationCatalog

 

Troubleshooting

Você pode monitorar a instalação dessa role monitorando o LOG SMSPORTALWEBSetup.log que fica armazenado em C:\Program Files\Microsoft Configuration Manager\Logs.

 

O erro mais comum encontrado na instalação dessa role é a não ter o ASP.NET ou um de seus componentes.

Caso algum componente do ASP.NET esteja faltando, faça a instalação e em seguida reinicie o serviço SMS_SITE_COMPONENT_MANAGER.

Distribuindo Softwares

 

Uma vez configurado os recursos de Software Center e Catalogo de aplicativos, você está pronto para iniciar as configurações de distribuição de softwares.

O System Center Configuration manager 2012 introduziu um novo conceito de distribuição de software denominado “Aplicações” que é um modelo mais flexível de distribuição, além de manter o tradicional método de distribuição baseado em “pacotes” e “programas”.

Applications Vs Packages

De maneira bem simplificada podemos usar Pacotes (Packages) para distribuir programas e executar comandos e scripts nos computadores remotos.

Já Aplicações (Applications) permite a distribuição de software de maneira muito mais granular e flexível. Além de permitir a definição de regras especificas entre outros recursos.

Com “Applications” temos uma enorme variedade de tipos de instalação que além de MSI, permite o uso de aplicações para dispositivos mobile (Windows Phone, iOS, Android), Mac OS X, Aplicações WEB e virtualizadas (App-v)

Podemos então com o SCCM distribuir softwares de maneira automatizada e executar scripts para computadores executando sistemas operacionais Windows, Apple OS X, Linux e Unix.

Outra grade vantagem em se usar o deploy de softwares através do recurso “Applications” é a integração com o “Application Catalog”, criando um ambiente de Self-Service para os usuários.

Uma das vantagens em se fazer a distribuição de softwares através do SCCM é o controle de quando e como esses softwares serão implementados em seu ambiente, sem a necessidade de direitos administrativos e sem a intervenção dos usuários.

O agente do Configuration Manager é o responsável pela de entrega do software para um cliente.

O Software

Geralmente você vai encontrar a necessidade de implantar softwares básicos como leitores de PDF, compactadores entre outros, porém pode ser necessário a instalação de softwares mais complexos ou até mesmo softwares proprietários.

É muito importante ter acesso a documentação dos softwares que pretende instalar e acesso aos binários, pois em muitas situações o você encontrará métodos de instalação em versões especificas para empresas, onde você pode modificar arquivos do tipo *.xml ou *.inf que permitem fazer instalações silenciosas ou com a adição ou remoção de recursos.

Outros softwares podem existir apenas como .EXE, e é possível também fazer a instalação silenciosa e com parâmetros mesmo sendo .EXE. Outros mesmo sendo .EXE possuem o instalador no formato .MSI internamente. Veja mais adiante como trabalhar com esses executáveis.

Antes de iniciar as configurações diretamente no System Center é necessário que você encontre junto ao fabricante a linha de comando para instalação silenciosa do produto assim como vários outros parâmetros usados na instalação que podem ajudar a personalizar de acordo com suas preferências.

Como você pode observar adiante nas linhas de comando, alguns parâmetros são específicos para cada programa e versão, existem parâmetros para definir o software como padrão, como leitor em browsers de Internet e parâmetros de criação de atalhos, ou para outras definições de personalização.

 

Foxit reader

Simples e famoso leitor de arquivos PDF

  • Download: https://www.foxitsoftware.com/

msiexec /i “NomedoPacoteFoxIt.msi” /qn /norestart MAKEDEFAULT=1 LAUNCHCHECKDEFAULT=0 VIEW_IN_BROWSER=1 STARTMENU_SHORTCUT=1 DESKTOP_SHORTCUT=0

Chrome

Chrome é um popular Browser do Google.

  • Download: https://www.google.com/work/chrome/browser/

 

Msiexec /q /I NomedoPacoteGoogle.msi

 

Java

Java é um bom exemplo pois além de ser muito requerido, seu pacote no download é um executável (.EXE) com .MSI embutido.

  • Download: http://java.com/en/download/manual.jsp

Após o download da versão “Off-line” do instalador, basta executar o arquivo .exe e quando aparecer a janela do programa de instalação.

Agora você pode acessar os arquivos temporários que irá encontrar o arquivo MSI para utilizar na distribuição com o System Center.

Os arquivos MSI ficam em %appdata%\..\LocalLow\Sun\Java\

Os parâmetros para instalação silenciosa do Java podem ser encontrados na documentação oficial do software no site do fabricante.

Msiexec /i “NomedoPacoteJave.msi” /q REBOOT=ReallySuppress AUTOUPDATECHECK=0 EULA=0 JAVAUPDATE=0 IEXPLORER=1 MOZILLA=1

Criando uma Aplicação para distribuição de Software

Baixe os seus programas de instalação em uma pasta compartilhada em seu servidor. Os arquivos deverão ser acessados através de um caminho UNC no momento da criação da aplicação.

Acesse \Software Library\Overview\Application Management\Applications e clique em “Create Application” para começar a configurar A primeira aplicação de distribuição de software.

Selecione o tipo, neste exemplo vamos trabalhar como *.MSI, porém você pode observar que existe uma grande quantidade de extensões que podem ser utilizadas.

 

Em Location aponte para o arquivo .MSI que pretende instalar e clique em Next.

Em General Information, você pode adicionar informações detalhadas da aplicação assim como definir as categorias administrativas de software que está distribuindo.

Os pacotes MSI geralmente trazem a maioria das informações preenchidas, inclusive a linha de instalação.

Clique em next e conclua a operação.

 

Em Install Behavior, você pode escolher se o pacote será instalado para o sistema, para o usuário ou ambos.

Existem muitas configurações que podem ser feitas após a criação da aplicação, selecionando a propriedades.

Por exemplo:

Permitir que a aplicação seja instalada através de task sequence sem ser distribuída.

Definir ícones personalizados ou informações sobre a aplicação que ficará disponível no catalogo de software.

Depois da criação do pacote é necessário fazer a distribuição do conteúdo para possa ser aplicado nas estações.

Para isso, clique com o lado direito sobre a aplicação recém-criada e selecione a opção “Distribute Content”.

Selecione o “Distribution Point” e finalize a distribuição.

Criando pacotes de distribuição de software

Baixe os seus programas de instalação em uma pasta em seu servidor. Para pacotes não é necessário um caminho UNC no momento da criação da aplicação.

Acesse \Software Library\Overview\Application Management\Packages e clique em “Create Package” para começar a configurar o primeiro pacote de instalação de software.

Adicione o nome do pacote, e outros detalhes como por exemplo, descrição, fabricante, idioma e versão. Marque a opção “This package contains source files”.

Clique no botão “Browse” para selecionar o Software e não precisa ser uma pasta compartilhada neste caso, pode ser um diretório no servidor.

Selecione a opção a “Standart Program” para criar um programa para um computador cliente. Nesta tela existe a opção de criar um programa para dispositivo, como por exemplo um dispositivo mobile, porém como já foi visto é muito mais flexível trabalhar com “Programas” ou invés de “pacotes”.

Defina as opções de instalação.

O nome do software e a linha de comando.

msiexec /i “NomedoPacoteFoxIt.msi” /qn /norestart MAKEDEFAULT=1 LAUNCHCHECKDEFAULT=0 VIEW_IN_BROWSER=1 STARTMENU_SHORTCUT=1 DESKTOP_SHORTCUT=0

Nesta janela existem algumas opções importantes:

  • Run – Define se a instalação ocorrerá Normal, Maximizado, Minimizado ou Oculto.
  • Program can run – Permite escolher quando a instalação será executada.
    • Only when a use is logged on – Apenas quando o usuário estiver logado
    • Whether or not a use is logged on – Independente se o usuário estiver logado ou não.
    • Only when no use is logged on – Apenas quando o usuário não estiver logado.
  • Run mode: Define se o programa será instalado com credenciais do usuário logado ou com credenciais administrativas.
  • Driver mode – É usado primariamente por softwares que após a instalação dependem de uma letra de unidade de disco ou um caminho especifico.

Para alguns softwares pode ser necessário alguma instalação de software ou plugin para o funcionamento correto. Você pode selecionar um pacote de software previamente criado para isso.

Depois você deve selecionar a plataforma no qual o software pode ser instalado e em seguida clique em Next até completar o processo.

Depois da criação do pacote é necessário fazer a distribuição do conteúdo para possa ser aplicado nas estações.

Para isso, clique com o lado direito sobre o pacote recém-criado e selecione a opção “Distribute Content”.

Selecione o “Distribution Point” e finalize a distribuição.

Aguarde o processo e você saberá que o pacote está pronto quando o Status indicar sucesso ficando verde.

Após o pacote estar pronto no “Distribution Point” você pode distribuir o pacote de software.

Novamente clique sobre o pacote criado com o lado direito do mouse e selecione “Deploy”.

No assistente de instalação de software, clique em “Browse” e selecione a coleção que pretende fazer o deploy.

Clique em next.

Na janela “Specify the content destination” caso haja a necessidade de distribuição para outros pontos de distribuição adicione nesse ponto, caso contrário, apenas clique em next.

Na janela “Specify settings to control how this software is deployed” a opção “Action” está esmaecida, pois a seleção já indica instalação.

Selecione o proposito:

  • Required – O aplicativo é implantado automaticamente, de acordo com a programação configurada.
  • Available – O pacote é uma instalação opcional e colocado à disposição através da aplicação Software Center.

Na janela “Specify the schedule for this deployment”

Defina o quando a aplicação ficará disponível para os dispositivos e qual o período de expiração e configure quando estará disponível para os usuários.

  • O mais rápido possível
  • No logon
  • No logoff

Assim como é possível definir nesse ponto o comportamento da instalação também.

  • Never rerun deployed program – Nunca reexecutar um programa já distribuído
  • Always rerun program – Sempre reexecutar um programa já distribuído
  • Rerun if failed previous attempt – Reexecutar se a última tentativa falhou
  • Rerun if succeeded on previous attemps – Reexecutar se houve sucesso na última tentativa.

Na janela “Specifiy the user experience for the installation of this software on the selected devices”.